Chester Bennington, vocalista do Linkin Park, morre aos 41 anos

(Foto: Flávio Moraes, G1)

Chester Bennington, vocalista da banda de rock Linkin Park, foi encontrado morto nesta quinta-feira (20) em sua casa perto de Los Angeles, na Califórnia (EUA), informou a agência Associated Press. Segundo um porta-voz da polícia local, a morte é investigada como suicídio.

O site TMZ afirma que o cantor se enforcou na residência. Seu corpo foi encontrado pouco antes das 9h locais, de acordo com a publicação. Chester era casado e tinha seis filhos.

Chester lutou por anos contra drogas e álcool. Ele disse em uma entrevista no ano passado que já havia pensado em suicídio porque foi abusado quando criança, por um homem mais velho. Ainda conforme o TMZ, o músico era muito próximo de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, que morreu em maio – também em um suicídio por enforcamento, segundo médicos legistas. O vocalista cantou no funeral do amigo, que completaria nesta quinta 53 anos.

O Linkin Park teve seu auge no início dos anos 2000, com os álbuns “Hybrid theory” e “Meteora”. Na época, o grupo emplacou seu rock alternativo, com influência de rap e metal, em paradas de sucessos, com músicas como “Faint”, “In the end”, “Crawling” e “Numb”.

A banda ganhou dois prêmios Grammy, pela performance de “Crawling” e pelo single “Numb/Encore”, do disco “Collision Course”, gravado em colaboração com o rapper Jay-Z em 2004. Chester também trabalhou em parceria com a banda Stone Temple Pilots no single “Out of time”.

O último disco lançado pelo Linkin Park, “One More Light”, saiu em maio deste ano e o grupo estava em turnê pelos Estados Unidos, com shows marcados até outubro.

Fonte: G1

1 Comentário

Deixe uma resposta para erogocabi Cancelar resposta

Seu e-mail não será publicado.


*